jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2017

Nota de agradecimento:

Um ano de Processualistas

Processualistas 👠
há 4 meses

Publicado em 12 de junho de 2017.

Nota de agradecimento

Em abril de 2016 tivemos a ideia de lançar a coluna Processualistas. Uma ideia despretensiosa, que almejava apenas abrir espaço para mulheres que quisessem publicar textos, mostrar seus trabalhos e compartilhar seus estudos da vida acadêmica.

A carência de iniciativas inclusivas na academia era tão grande que o sucesso (e as críticas) surgiram a galope e deixaram muita gente surpresa. Chegamos aos organizadores de eventos que, despercebidamente, deixavam de convidar mulheres para palestrar. Ganhamos espaço nas colunas eletrônicas sobre processo que, outrora, eram exclusivamente masculinas. Quebramos paradigmas.

Assumimos os riscos, lidamos com as críticas e evidenciamos um coletivo de mulheres que, diante das desigualdades de gênero presentes na academia, mostrou que há muito a ser dito, com qualidade e seriedade.

A reação a todo esse movimento não poderia ser melhor. Voltaram-se os olhares à nítida exclusão de mulheres na academia, e o próprio Instituto Brasileiro de Direito Processual, atentando para o mal que surge da falta de isonomia, encampou a ideia de iniciativa inclusiva e lançou o projeto Mulheres no Processo Civil Brasileiro – que, embora tenha seus próprios rumos, mantém o apoio institucional à coluna Processualistas. Também conquistamos o apoio de outras instituições, como a OAB/RJ e a ANNEP (Associação Norte e Nordeste de Professores de Processo), que coadunam com as iniciativas da coluna Processualistas, e apoiamos eventos inclusivos como o Seminário Justiça Multiportas (realizado em 15/05/2017, em Vitória/ES).

Em um ano de Processualistas, muito embora o lançamento de um livro represente o fechamento de um ciclo, nosso coroamento está em perceber um maior interesse e participação das mulheres nos debates acadêmicos e um crescimento da presença feminina em eventos, sem qualquer prejuízo da qualidade dos expositores.

Após um ano, mais de cinquenta artigos, um livro e mais de treze mil seguidores, sem qualquer falsa modéstia, podemos dizer que a Processualistas é um projeto vitorioso, que vem atingindo seu objetivo e contribui para a ciência processual brasileira caminhar, a passos largos, rumo a um modelo de representatividade feminina e de igualdade. Essa vitória, não poderíamos deixar de registrar, é resultado do engajamento de diversas mulheres nesse projeto, dentre as quais destacamos as colaboradoras da coluna Processualistas, que com trabalhos de qualidade foram fundamentais para abrirmos espaço.

Agora, que pudemos conhecer tantas mulheres incríveis e talentosas, é chegado o momento de colher os frutos: seguir publicando artigos (em periodicidade quinzenal) e, sem esquecer tudo aquilo que fundamentou nossa criação, firmar parcerias, apoiar eventos e lançar novos projetos, com ampla participação de pessoas de ambos os sexos.

Obrigada a todos os nossos leitores, seguidores, e a todos os que, de alguma forma, contribuíram para a consolidação da coluna Processualistas.

Equipe Processualistas (Carolina Uzeda, Estefania Côrtes, Fernanda Pantoja, Janaína Noleto, Luíza Rodrigues, Marcela Kohlbach, Marcela Perez, Mariana Ferradeira, Paula Menna Barreto, Renata Ferrari, Sofia Temer, Suzana Cremasco, Trícia Navarro e Victória Moreira).


Sigam-nos nas redes sociais: Facebook (https://www.facebook.com/processualistas/); Instagram (@processualistas); e Twitter (@processualista).

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Parabéns a todas as integrantes e que vocês possam continuar por muito tempo ainda nos brindando com seus textos aqui no Jusbrasil! continuar lendo

Parabéns!! continuar lendo